Dakota @ 16:21

Seg, 25/01/10

Por Arnaldo Jabor

 

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.




Gajo @ 22:57

Seg, 25/01/10

 

resumindo...é a tal cena dos químicos não é? ;)

P.S. Um post às 21.30...horas extras? Ou...? Ou...?

;)


Dakota @ 11:46

Ter, 26/01/10

 

Sim, é a tal cena dos químicos. Vamos supor: (já te aconteceu, de certeza).

Cruzas-te com uma gaja. Sentes repentinamente uma vontade irresistível de lhe oferecer flores e de, inexplicavelmente, a papar também. Chegas à fala. Constatas que ela não fala grande coisa - pronto, é burra! - e no entanto continuas com uma vontade inexplicável de a papar. Lá está: química. Ou isso ou ... porque andas a trepar paredes há 4 semanas ...

Cruzas-te com uma gaja na net. Falam, falam, falam, gostas do que ela escreve. Ela gosta do que tu escreves. Sentes uma vontade irreprimível de continuar a conversa debaixo de lençóis ou então em frente a uma lareira enquanto saboreiam um bom tinto e escrevem coisas na pele das costas um do outro ... Quando finalmente a vês ... pufff ... afinal, não se passa nada, não sentes nada. Não que ela seja feia. É até gira. Branquinha, loirinha, olhos azuis, sexy até... mas ... não sentes vontade de atracar os lábios nos lábios dela ...

É. O amor é um cabrão.


Gajo @ 13:06

Ter, 26/01/10

 

Ora bem.
Primeiro parágrafo. Sim, mais ou menos verdade. Digo mais ou menos porque depende do tamanho da burrice ;) Uma gaja burra, mesmo burra, tem em mim o mesmo resultado que tomar um banho de água geladissima, se é que me estás a ver - pronto, não estás mesmo mas percebes a ideia. Se não me aperceber logo do tamanho da estupidez, as porras dos quimicos entram em acção...factura-se o momento e depois marcha para canto. É rarissimo a quimica ser de tal modo forte que se passe por cima do quoficiente de estupidez mas quando acontece...é o fim do mundo.
Segundo parágrafo. Não tenho muita experiência nisso por incrivel que possa parecer. Sou muito bicho, muito animal nessas coisas. Tenho que ler os olhos, sentir o cheiro...

Assim de repente...fiquei a pensar....és loirinha, branquinha e de olho azul? ;))

Isso não é amor...mas concordo, o amor é um estupor!


Dakota @ 13:23

Ter, 26/01/10

 

Estou a ver perfeitamente. Sério. Podes não acreditar, mas estou. E agora estás a ficar preocupado ... ihih.
Só poderia ser assim. Incrível como o tesão se esfuma quando uma gaja (ou um gajo no meu caso) não acompanha o nosso racíocinio ... Pá, isto no tempo das cavernas era muito mais fácil. Não falavam. Era só facturar :))

Pronto, não te empolgas (palavra curiosa assim na 3.ª pessoa ... bom) com uma foto de uma gaja boazona ou um texto inteligente ... :))) Sim eu também tenho de ver o que se passa lá dentro pelos olhos ...

Assim de repente se te disser que não, já não acreditas pois não?
Pois. Sou branquinha, de olhos azuis. Às vezes deixo as asinhas e a auréola em casa. Quase sempre.


Gajo @ 13:32

Ter, 26/01/10

 

Eu até olhei para trás de mim ;)

Podes crer, no tempo dos macacóides marchava tudo o que respirava...mas agora tem muito mais piada...muuuuuuuita piada! ;)

Não me empolgo...mmm...quer dizer, chama-me a atenção, às vezes sinto uma campaínha cá dentro a tocar...posso-me "empolgar" um cadito ;), a imaginação e tal faz o resto....mas tenho mesmo que olhar, sentir, cheirar...sou bicho, pronto. ;)

Pois, assim de repente, não, já não me acreditava ;)

Ah sim? Deixas esses adereços em casa? Really?? ;)


Dakota @ 15:24

Ter, 26/01/10

 

Pois olhaste. Eu vi. (e vamo-nos deixar disto porque torna-se creepy :))

Não havia respeito nenhum ... tudo ao monte e fé em hã (não, ainda não devia existir naquela altura :)). Portanto, tudo ao monte. Já se 'mochava'

Ah, agora tem muito mais piada. Faz-se um joguinhos e tal. Às vezes ganha-se, outras perde-se. Tem muito mais piada, sem dúvida.

Portanto, tu gajo de acção. Chama-te a atenção. E vais lá, porque tens de cheirar e sentir. Sem medos? :)

Deixo :). De todas as formas, às vezes não chega livrar-me dos adereços. Continuam a confundir-me com um anjinho caído do céu. O que é uma chatice. Porque de anjinho, só mesmo a aparência.

Não tenho culpa ...



Gajo @ 16:27

Ter, 26/01/10

 

Eu estava no carro quando vi os teus comentários, todos. Escusado será dizer que ia me despistando à força toda. Despistar às vezes até não é mau, pelo contrário, é boomm mas com o carro não é lá muito boa onda, a chapa retorcida e tal...
E antes mesmo de ler, já vinha a pensar cá para mim que pequei por defeito na afirmação que fiz lá atrás. (isto de falar em pecado contigo é estranho - e ao mesmo tempo não é - mais estranho ainda). Mas depois de ler justifica-se ainda mais esta correcção: Portanto, para que fique registado, rarissimamente empolgo-me mesmo! ;)
Feita a correcção ;) BB is watching me...medo...
Antigamente os gajos até arrastavam as gajas pelos cabelos para dentro das grutas vê lá tu...(ahhh saudade...;)))
Mmmm, deixa-me lá ver a maneira de te responder a essa pergunta sem me estender ao comprido ;)). Como te disse, tenho pouquissima experiência no assunto. Correcção: pouquérrima! Sigo os meus instintos mas não quer dizer que vá à maluco...(medo é panisga ;)) e se calhar por isso é que a minha experiência é quase nula nestes campo. (puseste-me a suar miúda) ;))
Ah sim, confundem-te com um anjinho ;)) (estou aqui a tentar cruzar todas as referências que já me deste...;))eu cá já não engano ninguém...eu bem tento mas...

Não temos culpa...;))

No confronto entre diabinho e anjinho, quem ganhará...?


Dakota @ 17:28

Ter, 26/01/10

 

Isso não. Por favor não te despistes. Pelo menos, enquanto a conduzir. Se estiveres parado, tudo bem. À vontade. :))

Não estranhas porque não me conheces de lado nenhum. Assim como eu não te conheço. É o 'tal à-vontade' de que falava no outro post ... dos amigos. Pronto, tá bem, eu também deixo as pessoas à-vontade. Tenho esse condão. Lá está, olham para a minha cara de pseudo-anjinho e é um tal desbobinar ... :)) Eu não tenho culpa. Nem faço perguntas, nem nada, mas as pessoas (desconhecidas) insistem em fazer-me confidências. O que lhes vale é que eu não quero saber daquilo para nada e depois até me esqueço do que me dizem :))
Humm, quanto a ter-te posto a suar ... humm .. tu queres mesmo que eu acredite que tu és ... humm ... tímido?!!! :) Já sei que vais responder-me que és cauteloso. :)

Sim, confundem-me com o anjinho :). Às vezes sou. Outras não. :)

Quem ganhará? Não sei :)). À partida, seria o diabinho, mas ... talvez ganhem à vez. Umas vezes o anjinho. Outras o diabinho.


Gajo @ 17:59

Ter, 26/01/10

 

Estranho e não estranho...por isso eu dizia que era...mmm...estranho!

"tu queres mesmo que eu acredite que tu és ... humm ... tímido?!!! :) "

Já vi que não estou a ser bem sucedido ;) Não sou tímido mas há coisas que me custam a falar assim tão...publicamente. Há conversas que são para ser ditas olhos nos olhos ;) Como bem sabes...sou um menino...;)

Enough about me ;) disseste que também tinhas que também tinhas que ver o que se passa lá dentro dos olhos...nessas alturas que fazes? deixas os adereços em casa e vais ver ou pões as tuas asinhas...? ;)

Eu sou apologista de ganharem os dois...;)


Dakota @ 18:18

Ter, 26/01/10

 

Estranhas não estranhares. :)

Eu sei que não és tímido. Estava a ser sacaninha :))
Publicamente?! Ninguém te conhece ... :)

Sim, também eu tenho de ver, sentir, cheirar ... com ou sem asinhas, sou muito sugestionável.
Queres saber se eu vou lá? Se tiro as asinhas? Às vezes tiro. Mas a maior parte das vezes não. Sou muito tímida. :). Pronto, só tímida.

Claro que devem ganhar os dois, caso contrário não tem piada ...


Gajo @ 18:30

Ter, 26/01/10

 

...uma tímida, naughty girl com cara de anjinha...

(e um menino diabinho com cara de muito sacaninha neste momento) ;)



Dakota @ 18:38

Ter, 26/01/10

 

Sim, sou tímida. At first ... then ... bom. A sério que sou :))

(um menino diabinho que gosta de fazer maldades às meninas anjinhos)
(imagino a cara de sacaninha ... )


Gajo @ 18:41

Ter, 26/01/10

 

imaginas...? será que imaginas...? ;))


Dakota @ 19:00

Ter, 26/01/10

 

Imagino :))


Dakota @ 11:50

Ter, 26/01/10

 

Às 21.30? nope. Às 16.21.

O que é que eu estava a fazer às 21.30 ontem? :) Nada de especial ...


Gajo @ 11:58

Ter, 26/01/10

 

Tens razão. Onde raio eu li 21.30...??? Deve ser dos polifenóis...

Mas pronto, já deu para saber o que (não) estavas a fazer...;)

Upa upa!


Dakota @ 12:00

Ter, 26/01/10

 

Já deu para saber o que TU estavas a fazer. :)) Ou, pelo menos, o que já tinhas feito ... ;)


Gajo @ 12:52

Ter, 26/01/10

 

:)))) ontem apeteceu-me, pronto. É rarissimo...mas ontem merecia :)


Dakota @ 12:58

Ter, 26/01/10

 

Quando apetece, é satisfazer. Porque senão até pode fazer mal ...
fica-se com aquela sensação de que apetecia e ...

Portanto, sempre que te apeteça, 'just do it'.

:)


Gajo @ 13:07

Ter, 26/01/10

 

ainda estamos a falar dos polifenóis, certo? ;)


Dakota @ 13:10

Ter, 26/01/10

 

Sim ... dos polifenóis. Dos polifenóis, sempre. :)) Embriaguez e coisas ... essas.


Gajo @ 13:15

Ter, 26/01/10

 

Ah pronto, just checking ;)


Gajo @ 14:59

Ter, 26/01/10

 

Lembrei-me agora de uma frase de uma musiqueta que ouvia há uns tempos (vá-se lá saber porquê) que dizia:

"Love can be like bondage,
seduce me once again.
Burning like a an angel
who has heaven in reprieve..."

...et voilá...;)

Mr.McAko @ 22:18

Ter, 26/01/10

 

perdi-me um bocado na tradução mas aprendi muito à mesma. peço desculpa pela interrupção, continuem faz favor.


Dakota @ 11:56

Qua, 27/01/10

 

Logo à noite, logo à noite ...

pensar nisso. nisso é tudo e nada.
Ligações
Pesquisar
 
blogs SAPO