Dakota @ 15:56

Sex, 18/09/09

para compararmos respostas e ver se somos compatíveis.

 

Anda lá. Por cada Inquérito respondido e recebido a ACTIVA paga 100 euros. Sério.

 

1 - Qual a sua reacção quando o assunto é sexo?

a.        Sinto-me bem a falar de sexo.

b.       Sinto-me desconfortável, mas tento falar abertamente.

c.        Evito o assunto, não me sinto à vontade.

 

2 - Quem deve tomar a iniciativa na hora de fazer amor: o homem ou a mulher?

a.        Tanto faz. Quem estiver com mais vontade.

b.       O homem, que tem o papel mais dominador.

c.        Em qualquer casal há sempre um com mais iniciativa.

 

3 - Com que frequência gosta de fazer amor?

a.        Depende da disponibilidade de tempo.

b.       No máximo uma vez por semana, para me poder dedicar a fundo a esse momento.

c.        Pelo menos três vezes por semana.

 

4 - Como se sente quando vê uma cena picante num filme?

a.        Fico com vontade de fazer o mesmo.

b.       Às vezes fico constrangida/o.

c.        Depende da reacção de quem está comigo.

 

5 - Em sua opinião, qual o local ideal para fazer amor?

a.        A cama.

b.       Depende da ocasião e da excitação.

c.        Gosto de variar e, em boa companhia, qualquer lugar é bom.

 

6 - Como reagiria a um convite para assistir a um show erótico?

a.        Aceitava sem pensar duas vezes.

b.       Acho constrangedor, não sei se iria.

c.        Não aceitava.

 

7 - No que diz respeito à satisfação sexual, o que é mais importante:

a.        Que eu sinta prazer.

b.       Que seja bom para os dois.

c.        Antes de mais nada, penso em dar prazer.

 

8 - Se depender só de si, quando tempo duram os preliminares?

a.        Uns minutos são mais do que suficientes.

b.       Quanto mais tempo melhor.

c.        O ideal é cerca de meia hora.

 

9 - Prefere um parceiro atrevido ou conservador?

a.        Atrevido, capaz de inovar todos os dias.

b.       Gosto de uma certa audácia, sem exageros, de acordo com a minha disposição.

c.        Prefiro um parceiro conservador.

 

10 - Gosta de experimentar novas posições?

a.        Adoro novidades sexuais.

b.       Sou tímida/o, estou fora de forma e tenho medo de cair no ridículo.

c.        Experimento, mas sem exageros.

 

11 - Gosta de sexo oral? De dar ou de receber?

a.        Adoro dar e receber.

b.       Para mim o sexo oral é dispensável, mas sou capaz de o fazer para agradar.

c.        Prefiro receber.

 

12 - Gosta de usar acessórios sexuais?

a.        Depende do acessório.

b.       Prefiro não usar esses artifícios.

c.        Claro, sou a favor de inovações!

 

13 - Usa camisinha para se proteger?

a.        Sim. Até os casais estáveis devem usar.

b.       Apenas com parceiros de ocasião.

c.        Não gosto de usar preservativo e só quem tem uma vida sexual promíscua os deve usar.

 

14 - Como qualifica a sua vida sexual?

a.        Um momento perfeito, cheio de prazer.

b.       Poderia ser mais excitante.

c.        Tenho que descobrir uma maneira de a tornar mais satisfatória.

 

 

Avaliação do casal

 

Compare as suas respostas com as do seu parceiro e saiba como agir.

 

De 11 a 14 respostas iguais:

Excelente combinação: Aproveitem bem cada momento que passam juntos. Poucos casais são tão compatíveis na cama. Na prática, a afinidade sexual acaba por se estender a outros campos da vossa relação. Embora existam diferenças de gostos e interesses, estas são insignificantes na vossa relação como um todo. Comemorem (com champagne!) pois entre vocês a capacidade de sentir e proporcionar prazer está em alta. Divirtam-se!

 

De 6 a 10 respostas iguais:

Acertos necessários: A vossa compatibilidade sexual deve ser melhorada. As divergências não impedem que sejam bons parceiros e basta minimizá-las. Se um acha que o outro fica pouco tempo nos preliminares, que tal sugerir-lhe que fique mais tempo? Com subtileza e carinho, cada um de vocês deve ceder um pouco e tentar satisfazer mais o parceiro.

 

Menos de 5 respostas iguais:

Relação desafinada: Não desanimem. Dependendo de como a situação é contornada, os opostos podem dar-se bem. Aparentemente têm pouco em comum no que diz respeito a preferências sexuais. Nada impede, contudo, que esses pontos divergentes diminuam. Se têm outros pontos em comum e afecto mútuo, convém investirem mais na vossa vida sexual. Conversem com franqueza, sem cobranças e com humor. Com boa vontade, poderão ter uma vida sexual mais excitante.

 



pensar nisso. nisso é tudo e nada.
Ligações
Pesquisar
 
blogs SAPO