Gajo @ 11:20

Sex, 29/01/10

 

Antes de tudo, concordo plenamente. Estes dois, mais outros tantos, limitam-se a dar o que o povo quer comer, mais nada e ninguém pode ir contra isso. Palavras fáceis, escritas fáceis, boas para fazer copy/past e mandar para as redes sociais para dar aquele toque de cóltura...

Mas o interessante deste teu post é que dei por mim a fazer a analogia (palavra do caraças) entre os livros e as pessoas. Substitui lá onde diz livro por pessoa...

Muito gostas tu de adjectivar ;)


Dakota @ 11:33

Sex, 29/01/10

 

Incrível. A determinda altura do texto, decidi fazer uma analogia (deveras) com as pessoas ...

Aqui:
"Um livro só nos apaixona quando lhe conhecemos todos os segredos. Como um quadro, uma escultura ..."

Depois pensei que o que nos apaixona numa pessoa é, com efeito, o facto de conhecermos a sua história, MAS também porque têm alguns segredos.

O que nos apaixona nos livros e na arte é conhecermos não só os segredos MAS também uma bela dose de imaginação nossa.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres